30.10.12

Estudantes de Dom Pedro - MA podem perder a chance de representar nordeste brasileiro no Quanta 2012





         Falta de apoio financeiro dificulta participação dos maranhenses em competição internacional

           Estudantes da Associação Educacional Professora Noronha (Dom Pedro – MA), selecionados para representar o nordeste brasileiro na Competição Internacional Anual de Ciências, Matemática, Habilidade Mental e Eletrônica (QUANTA 2012), podem perder a chance de participar do evento por dificuldades financeiras. A competição acontecerá entre os dias 15 e 18 de dezembro, na cidade de Lucknow (Índia).

           A QUANTA realiza em 2012 sua 18º edição e é o evento mais importante na categoria Ensino Médio. Os oficiais e juízes do projeto são grandes personalidades das áreas avaliadas. O principal objetivo é focar o uso da ciência para propósitos positivos e construtivos.

         Ao fazerem as inscrições, os alunos do Maranhão encontraram muitas dificuldades financeiras. Entre todos os gastos com documentação, traslados, hospedagens e taxas de inscrição, o orçamento ficou em aproximadamente R$7.500,00 por participante, somando R$ 60.000,00 de gastos totais.

          Os investimentos e o reconhecimento dado à educação na cidade ainda é pouco. Com a data chegando, o professor que lidera o grupo, David Ben Schwantes, pede ajuda de patrocínios. “As despesas de viagem do grupo são altas para as possibilidades dos jovens que fazem parte dele. Nenhum dos estudantes pode ser deixado para trás por falta de dinheiro quando, por mérito, deveria comparecer”, desabafou.


           Para a arrecadação de dinheiro, os representantes do projeto explicam como é possível ajudar: com apoios informais, é necessário somente entrar em contato com os representantes da escola. Para um apoio formal, um acordo de doação acadêmica será firmado com a AEPRON, dedutível do Imposto Sobre a Renda da empresa doadora.



Para entrar em contato, ligue: (99) 9118-1666 - David Ben Schwantes

Mais informações sobre a QUANTA 2012: http://www.redepoc.com/2012/08/escolas-selecionadas-para-o-quanta-2012/

fonte: http://www.jornalpequeno.com.br/2012/10/30/estudantes-do-ma-podem-perder-a-chance-de-representar-nordeste-brasileiro-no-quanta-234788.htm




POR CATARINA BOGÉA





22.10.12

SAMPAIO CORREA: CAMPEÃO INVICTO DA SÉRIE D DO CAMPEONATO BRASILEIRO 2012

 
SÃO LUÍS – Incontestável. Assim pode-se definir a conquista do Campeonato Brasileiro Série D pelo Sampaio Corrêa. Com a vitória sobre o CRAC (GO) por 2 a 0, o Tricolor coroou a sua brilhante campanha no Brasileiro, terminando a competição com o título de forma invicta, algo inédito na história da Série D. Com 11 vitórias e cinco empates, o Sampaio teve um aproveitamento de 79, 16% dos pontos, recorde absoluto da competição.
 
Diante de 40.243 torcedores no Castelão, o Sampaio Corrêa ganhou do Crac por 2 a 0, gols de Eloir e Pimentinha, e garantiu o título invicto da Série D do Campeonato Brasileiro, na tarde deste domingo. O time do Maranhão se tornou o único a conquistar as três divisões inferiores à elite do futebol nacional, já que tinha sido campeão da Série B, em 1972, e da Série C, em 1997.
A conquista coroou o retorno do Sampaio para terceira divisão, após três temporadas na quarta. O Crac ficou com o vice, mas, assim como Mogi Mirim e Baraúnas, que foram eliminados na semifinal, também conquistaram o acesso para a Série C de 2013.
 
 



O Tricolor, antes mesmo de entrar em campo para a grande decisão, já havia entrado para a história como a melhor campanha de todos os tempos na Série D, superando o atual campeão Tupi (MG), que conquistou 33 pontos na última edição do torneio, com 10 vitórias, três empates e três derrotas, com aproveitamento de 68,75% dos pontos.


O principal fator de domínio do Sampaio no torneio foi a força tanto do setor ofensivo quanto do defensivo. Com 37 gols, o Sampaio teve uma média de gols acima de dois gols por partida, sendo que só não balançou as redes contra o Mixto (MT), no jogo que determinou o acesso para a Série C em 2013. Já o setor defensivo, preocupação nas últimas edições da competição, mostrou sua força e terminou a competição com apenas oito gols sofridos, ou seja, o Tricolor sofreu um gol a cada dois jogos. Atuando em São Luís, a equipe sofreu apenas um gol, contra o Vilhena (RO), na reinauguração do estádio Castelão.



Resumo da campanha



A campanha do Sampaio no Brasileiro começou avassaladora: em oito jogos na primeira fase, o Tricolor obteve oito vitórias, com 25 gols marcados e apenas dois sofridos, além das goleadas contra o Santos (AP) por 6 a 0 e os 4 a 0 contra o Comercial (PI) e o Araguaína (TO), este último fora de casa.
Na fase de mata-mata, o Tricolor voltou a mostrar sua força: logo nas oitavas, conseguiu um empate em Rondônia contra o Vilhena, até então imbatível jogando em casa. Na partida de volta, que marcou a reinauguração do estádio Castelão, massacre tricolor por 4 a 1, com grande atuação de Pimentinha.
Já nas quartas de final, o Tricolor voltou a enfrentar o Mixto (MT), adversário derrotado duas vezes na primeira fase. Em confronto que valia uma vaga na Série C de 2013, o Sampaio teve dificuldades, não conseguiu vencer, mas se garantiu na fase seguinte com o gol conquistado em Cuiabá.
No duelo das semifinais, o adversário foi o Baraúnas, do Rio Grande do Norte. Em novos confrontos equilibrados, prevaleceu a força tricolor jogando em casa: com o empate em Mossoró, o Sampaio confirmou o favoritismo e venceu por 1 a 0, gol de Eloir.
Chegando na grande final, o Sampaio foi até Catalão medir forças contra o Crac (GO). Em partida dura, debaixo de chuva e com uma expulsão para cada lado, o Tricolor conseguiu o empate no jogo de ida. Na última partida, diante de 40 mil torcedores no Estádio Castelão, vitória por 2 a 0 sobre o Crac (GO).

Confira a campanha completa do Sampaio Corrêa na conquista do título


Primeira Fase:



Mixto (MT) 1 x 3 Sampaio Corrêa (23 de junho – Presidente Dutra – Cuiabá)

Sampaio Corrêa 4 x 0 Comercial (PI) (1º de julho – Nhozinho Santos)

Santos (AP) 1 x 3 Sampaio Corrêa (10 de julho – Glicério Marques – Macapá)

Araguaína 0 x 4 Sampaio Corrêa (4 de agosto – Mirandão – Araguaína)

Sampaio Corrêa 6 x 0 Santos (AP) (12 de agosto – Nhozinho Santos)

Sampaio Corrêa 3 x 0 Araguaína (TO) (15 de agosto – Nhozinho Santos)

Comercial (PI) 0 x 1 Sampaio Corrêa (20 de agosto – Albertão – Teresina)

Sampaio Corrêa 1 x 0 Mixto (MT) (26 de agosto – Nhozinho Santos)


Oitavas de final

Vilhena (RO) 2 x 2 Sampaio Corrêa (2 de setembro – Portal da Amazônia – Vilhena)

Sampaio Corrêa 4 x 1 Vilhena (RO) (12 de setembro – Castelão)



Quartas de final

Mixto (MT) 1 x 1 Sampaio Corrêa (16 de setembro – Presidente Dutra – Cuiabá)

Sampaio Corrêa 0 x 0 Mixto (MT) (23 de setembro – Castelão)

Semifinal

Baraúnas (RN) 1 x 1 Sampaio Corrêa (30 de setembro – Nogueirão – Mossoró)

Sampaio Corrêa 1 x 0 Baraúnas (10 de outubro – Castelão)



Final

Crac (GO) 1 x 1 Sampaio Corrêa (MA) (14 de outubro – Genervino da Fonseca – Catalão)

Sampaio Corrêa 2 x 0 Crac (GO) (21 de outubro – Castelão)
 
 

21.10.12

DOMPEDRENSE É ELEITO VEREADOR EM PARNAÍBA-PI



Conhecido por "FOGUINHO", Marcos Menezes da Cruz, foi Eleito Vereador em Parnaíba pelo PSL na coligação Unidos Venceremos. Com 992 votos (1,33% dos votos).
Foguinho
Nome: Marcos Menezes da Cruz
Idade: 37 anos (17/03/1975)
Naturalidade: Dom Pedro/MA
Estado Civil: Solteiro(A)
Ocupação: Vendedor Pracista, Representante, Caixeiro-Viajante e Assemelhados
Escolaridade: Ensino Fundamental Completo



Dados do Candidato a Vereador Foguinho 17123
Resultado:ELEITO POR QP
Votação: 992 Votos
Cargo a que concorre: Vereador
Nome para urna: Foguinho
Número: 17123
Estado: Piauí
Município: Parnaíba
Partido: Partido Social Liberal - PSL
Coligação: Unidos Venceremos (PSL / PHS / PSD)




Entrevista com o Vereador Eleito "Foguinho":

Em sua fala, Foguinho disse que a partir de 2013 vai fazer valer toda a votação que teve da população parnaibana, e ressaltou que se teve essa votação não foi por voto de protesto e sim, de pessoas que acreditam em seu trabalho. “Vou fazer valer pois acreditaram em meu potencial. Eu tive 992 amigos e vou fazer com que estes se transformem em 10992 amigos”, disse.

Quando questionado do que irá mudar em sua rotina, Foguinho declarou que será um representante do ambulante e que lutará para que estes tenham um local digno para expor e vender suas mercadorias sem precisar passar por constrangimentos.

Com relação a Florentino Neto, prefeito eleito em 2012, Foguinho disse que terá uma conversa com o mesmo e que não há qualquer problema entre os dois e que procurarão trabalhar por uma Parnaíba melhor. “Eu não vou querer ficar distante, vou querer fazer o melhor para a cidade. Quando um candidato é eleito ele não tem que ficar brigando e sim lutar por uma causa em favor da cidade”, afirmou o vereador eleito.

fonte:proparnaiba

8.10.12

FAMÍLIA COSTA PERDE A ELEIÇÃO PARA PREFEITO DE DOM PEDRO - MA: 1.293 VOTOS DE DIFERENÇA

Justiça Eleitoral - Divulgação de Resultado das Eleições 2012

Eleição Municipal 2012 1º Turno - Votação nominal - Prefeito 1.º Turno - DOM PEDRO / MA

Prefeito  Eleito: HERNANDO MACEDO - PC do B - 7.598 votos (53,13 %)



               2º Lugar:  ARLENE COSTA - PSD - 6.305 votos (44,09 %) (prefeita até dez - 2012)

               3º Lugar:  DR. FABRÍCIO - PRB 397 votos (2,78 %)

Vereadores

01 - FABIO AMANCIO PT - 825 votos (5,72 %)

02 - EDILMA DIÔGO PMN - 814 votos (5,65 %)

03 - ALEXSANDRA DO ADALBERTO - PSC - 814 votos (5,65 %)

04 - NILTON BEZERRA - PR - 639 votos (4,43 %)

05 - DR. SERGIO HORTEGAL - PSD 614 votos (4,26 %)

06 - FELIPE VIEIRA - PSD - 610 votos (4,23 %)

07 - ZAQUEU PSC - PT - 604 votos(4,19 %)

08 - FARYS MIGUEL PC do B - 832 votos (5,77 %)

09 - ELISSANDRO PC do B - 710 votos (4,92 %)

10 - ENEAS LIARTE PC do B - 664 votos (4,61 %)

11 - TANIA DO LULA PC do B - 647 votos (4,49 %)

25.9.12

ORGULHO DOMPEDRENSE: ALUNOS DA AEPRON DE DOM PEDRO - MA SÃO SELECIONADOS PARA COMPETIÇÃO NA ÍNDIA E BUSCAM PATROCÍNIO PARA CUSTEAR A VIAGEM



 
MAIORES INFORMAÇÕES: http://www.aepron.blogspot.com.br/
 
 
 ESCOLAS CONFIRMADAS PARA REPRESENTAR O BRASIL NO QUANTA 2012: Associação Educacional Professora Noronha (AEPRON) de Dom Pedro – MA...
 
 
 
“Quanta 2012 – 18º International Competition for Sciense, Mathematics, Mental Ability and Eletronics”, uma das competições científicas internacionais mais conceituadas para estudantes de ensino fundamental e ensino médio, que será realizada de 15 a 18 de dezembro de 2012, na City Montessori School, em Lucknow, na Índia.
Também estarão presentes estudantes da África do Sul, Alemanha, Armênia, Austrália, Áustria, Bangladesh, Bielo-Rússia, Butão, Brunei, Bulgária, Canadá, China, Cingapura, Dinamarca, Estados Unidos, Finlândia, Hungria, Indonésia, Jordânia, Malásia, Nepal, Nigéria, Omã, Paquistão, Polônia, Reino Unido, República Tcheca, Rússia, Sri Lanka e Ucrânia.

 Parabéns aos alunos selecionados, professores e à escola.
 
 

ESCOLAS CONFIRMADAS PARA REPRESENTAR O BRASIL NO QUANTA 2012
 

Associação Educacional Professora Noronha – Dom Pedro – MA
CEM09 – Ceilândia – DF
Colégio Cenecista Dr. José Ferreira – Uberaba – MG
Colégio Vera Cruz – São Paulo – SP
Escola Estadual Antonio Miranda – Indaiabira – MG
Escola Estadual Fernando Correa da Costa – Rio Brilhante – MS
Escola Estadual Profª Francisca Pereira Rodrigues- Piraúba – MG
Escola Estadual Raulino Pacheco – Rio Novo – MG

 




A Rede POC é uma rede de programas educacionais, instituições acadêmicas e governamentais, professores, estudantes, gestores educacionais, empresas e interessados em geral na melhoria da qualidade da Educação através do estímulo do jovem para descobrir seu potencial, seus talentos e habilidades para seu desenvolvimento completo. Articula parcerias com inúmeras instituições no Brasil e no mundo visando oferecer o acesso ao estudante brasileiro a programas educacionais de excelência.

A Rede POC é administrada pelo INSTITUTO DE OLIMPÍADAS DO CONHECIMENTO, instituição fundada a partir da Ozzy&Bohmer Projetos Educacionais, empresa com mais de 15 anos de experiência no desenvolvimento de projetos.

CALENDÁRIO


  • 10 a 31/08 – seleção dos times pelas escolas
  • 05/09 – data-limite para envio da ficha com os nomes dos estudantes selecionados e respectivas modalidades de participação (vide ficha anexa no final destas orientações) para a Rede POC
  • 24/09 – confirmação dos estudantes e envio 1ª. circular do QUANTA 2012 – plano de estudo para times
  • Outubro/Novembro – preparação e orientação dos times
  • 30/10 – inscrição dos times junto à organização do QUANTA 2012
  • 15/11 – divulgação do tema do Debate
  • 12/12 – partida para a Índia
  • 13/12 – Chegada a Delhi/Índia
  • 14/12 – Partida de Delhi para Lucknow / Credenciamento
  • 15/12 – Cerimônia de Abertura
  • 16/12 – Debate (1º. Tópico) / Acqua Challenge (A/B) / 1ª. Fase do Teste de Habilidade Mental (prova escrita – 50 min) / 1ª. Fase do Quizz Matemática (prova escrita – 50 min)
  • 17/12 – Debate (2º. Tópico) / Insight (Escultura com lixo eletrônico) / 2ª. Fase do Teste de Habilidade Mental (prova oral) / 2ª. Fase do Quizz Matemática (prova oral) / 1ª. Fase do Quizz Ciências (prova escrita)
  • 18/12 – 2ª. Fase do Quizz de Ciências (prova oral) / Show Cultural / Cerimônia de Premiação
  • 19/12 – Partida para Delhi
  • 20/12 – Visita ao Taj Mahal (FOTO) e ao Forte de Agra
  • 21/12 – Retorno ao Brasil
  • 22/12 – Chegada ao Brasil

A Rede POC parabeniza a todos!
 
Um grande abraço à FAMÍLIA NORONHA, sempre empenhada na busca de uma educação de excelência para a cidade de Dom Pedro - MA e região, parabéns!
 
Informações repassadas por Hildete Noronha.

 
MAIORES INFORMAÇÕES: http://www.aepron.blogspot.com.br/  ,  BEM COMO NA PRÓPRIA ESCOLA.

10.7.12

Convenção: população faz festa para Hernando Macedo em Dom Pedro

Hernando Macedo discursando para uma multidão
Hernando Macedo discursando para uma multidão


O final de semana foi de festa e muita movimentação política no município de Dom Pedro, interior do Maranhão. A convenção realizada no último domingo (24), que homologou Hernando Macedo (PCdoB) como candidato à Prefeitura de Dom Pedro, contou com a presença de mais de 3 mil pessoas no clube Pindorama naquele município.

Oposição reunida em torno da candidatura de Hernando Macedo
Oposição reunida em torno da candidatura de Hernando Macedo

Estiveram presentes para reforça a candidatura do comunista, o presidente da Embratur, Fávio Dino (PCdoB), Márcio Jerry (presidente estadual do PCdoB), os prefeitos Humberto Coutinho (Caxias) e Suely Pereira (Matões), deputado Rubens Júnior e seu pai, o ex-deputado Rubens Pereira, secretário Clodomir Paz (SMTT) e diversas lideranças partidária do município.

Em seu discurso, o comunista destacou a importância das suas propostas para os setores da educação, saúde e infraestrutura, que se encontram abandonados.
Com a companheira de chapa Raimundinha Paz (PRP), Hernando Macedo terá o apoio de uma grande corrente de lideranças da região.

6 comentários em “Convenção: população faz festa para Hernando Macedo em Dom Pedro”

  1. junhor
    ESSA TURMA É PESSADA VAMOS HERNANDO MACEDO CHEGOU A SUA VEZZZZ É 65 NELESSSSSSSS!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
  2. Pedro Ivo
    Hernando o povo de Dom Pedro esta com vc! Agora vaaaiiii é 65…..
  3. Tititi
    E isso aí, temos certeza de sua vitoria. Alem da sorte em ter uma concorrente com reputação tão desgastada. Fraca de mais, Dom Pedro merece coisa melhor……. Jacaré na cabeça…
  4. ..
  5. raylanne dourado
    agora vai é 65!!!!!!!
    vamos acabar com a Alerne
  6. verdade
    Perdeno a eleicao eles vazam quem fica para ajudar e os costa vcs chamam o eduardo de ladrao mas o outro
    lado tem tio preso asssalto tem aquele que mandou derrubar casas com o povo dentro e a familia todos
    entrigados se ganharem vam tirar as 4 politicas perdidas ai tcau dpm

fonte: http://www.luispablo.com.br/politica/2012/06/convencao-populacao-faz-festa-para-hernando-macedo-em-dom-pedro/

19.5.12

Ex-prefeito de Dom Pedro é condenado por improbidade administrativa

José de Ribamar Costa Filho terá que devolver R$ 109.073,80 aos cofres públicos


SÃO LUÍS - O Ministério Público Federal no Maranhão (MPF) conseguiu na Justiça Federal condenar o ex-prefeito de Dom Pedro, José de Ribamar Costa Filho, por atos de improbidade administrativa na gestão de recursos do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento do Ensino Fundamental (Fundef). José de Ribamar Costa Filho terá que devolver R$ 109.073,80 aos cofres públicos, com acréscimo de juros e correção monetária.


Relatório do Tribunal de Contas do Estado (TCE) identificou três irregularidades na prestação de contas oferecida pelo ex-prefeito, referentes ao Fundef do ano de 2001: fracionamento de despesas, ausência de procedimento licitatório e não aplicação do mínimo de 60% dos recursos do fundo com pagamento dos professores do ensino fundamental.


José de Ribamar Costa fracionou despesas com o fim de evitar procedimento licitatório na aquisição de carteiras e mesas, material de construção, combustível, peças para veículos e reforma de complexo educacional de Dom Pedro. Além disso, não aplicou 60% dos recursos na remuneração, aperfeiçoamento e habilitação de professores do município.


O relatório produzido pelo TCE recebeu a chancela do MPF, que propôs ação de improbidade contra o ex-prefeito em 2008. Uma equipe de analistas periciais do MPF foi responsável pela identificação de diversas irregularidades nas operações bancárias do ex-prefeito, referentes aos recursos do Fundef.


Na sentença, a Justiça Federal condenou José de Ribamar Costa à multa civil e ao ressarcimento do valor de R$ 109.073,80 ao erário. Determinou a suspensão dos direitos políticos pelo prazo de cinco anos e a proibição de contratar com o poder público ou receber benefícios fiscais ou creditícios, também pelo prazo de cinco anos.

2.10.11

Capturado envolvido em roubo de carga do Mateus

DOM PEDRO






              Uma ação da Polícia Civil dos municípios de Presidente Dutra e Dom Pedro em conjunto com o Departamento de Combate a Roubos de Cargas da Seic prenderam, em cumprimento a um mandado de prisão, Elcimar da Silva. Ele é acusado de envolvimento no assalto a um caminhão de carga do Supermercado Mateus, em Dom Pedro, crime ocorrido no dia 10 de setembro.



             A prisão do acusado ocorreu na cidade de Pedreiras, a 23 quilômetros de Dom Pedro, na última quinta-feira (15). Segundo informações da polícia, no último dia 10, dois homens renderam o motorista e roubaram o caminhão com várias mercadorias do Supermercado Mateus, na cidade de Dom Pedro.



             Logo após o crime, a polícia conseguiu efetuar a prisão de dois envolvidos no assalto. Francisco José Moura Silva, o “Tintim”; e Francisco Neyvagner Freire, o “Pelado”, foram detidos em uma estrada a 3 quilômetros de Dom Pedro. Em depoimentos, eles relataram que deixaram a carga em um comércio na cidade de Pedreiras, o qual pertence a Elcimar da Silva.



             Com base nessas informações, a polícia solicitou junto ao juiz da Comarca de Dom Pedro, Tales Ribeiro de Andrade, que fosse expedido mandado de prisão preventiva do comerciante. Durante as investigações, equipes da Polícia Civil de Presidente Dutra, Dom Pedro e do Departamento de Roubos de Cargas de São Luís obtiveram informações do paradeiro de Elcimar, sendo ele preso por volta das 13h no bairro Mutirão.



             O delegado Rafael Leite, do Departamento de Combate a Roubos de Cargas, contou que o acusado, logo que soube da prisão dos assaltantes, tratou de se dispersar da carga. “Vamos continuar às investigações a fim de localizá-la”, ressaltou.



             Após a prisão, o acusado foi levado à Delegacia Regional de Presidente Dutra. De acordo com o delegado regional, Edmar Cavalcante, ele ficará detido na delegacia até que seja recambiado à cidade de Dom Pedro.



10.9.11

CONTRATOS DA PREFEITURA DE DOM PEDRO EM 2011 - URBANIZAÇÃO DO AÇUDE LOURENÇÃO

             A prefeitura de Dom Pedro assinou três contratos, através de concorrência, no valor total de R$ 7.414.248,28. Dois foram com a Rio Anil Locação, Terraplanagem e Pavimentação Ltda-ME, no valor global de R$ 1.936.688,28. O primeiro de R$ 717.138,87 para reconstrução de casas danificadas ou destruídas; e o segundo de R$ 1. 219.549,41 para fazer recuperação de pavimentação asfáltica. O terceiro contrato no valor de R$ 5.477.560,00 foi com a Construservice Empreendimentos e Construções Ltda, para fazer a urbanização no balneário no açude Lourenção.



             Depois de arrematar R$ 5,4 mi para fazer a urbanização do balneario, a Construservice ainda conseguiu mais seis contratos com a prefeitura de Dom Pedro no valor total de R$ 530.295,00 para locar 11 veículos “de passeio, 4 portas, com ar condicionado para a manutenção das atividades da prefeitura, durante um ano. O curioso é que enquanto em um contrato a prefeitura paga R$ 40.535,00 por um veículo, em outro paga exatamente o mesmo valor por dois veículos; e em um terceiro paga o dobro somente por um. Todos com as mesmas especificações.



              Diante dessas locações, a prefeitura de Dom Pedro não poderia deixar de lado o combustível. E assinou sete contratos com a A.M. Vasconcelos no valor total de R$ 1.598.5309,00 para o fornecimento de gasolina, óleo diesel e álcool, durante o mesmo período de 13/01/2001 a 31/12/2011. Todos os contratos foram através de pregão presencial.


FONTE: 



COMENTÁRIO DO R. GARRONE:

Resp. esse daí é um dos extratos de contratos com a A.M. Vasconcelos. Veja você mesmo ! EXTRATO DO CONTRATO. CONTRATO No 019.B/2011 – Pre- gão Presencial. CONTRATANTE: Prefeitura Municipal de Dom Pedro – MA. CONTRATADO: A. M. Vasconcelos. OBJETO: Fornecimen- to de combustíveis (gasolina comum, óleo diesel e álcool) destinados ao abastecimento da frota de veículos utilizados na Secretaria Municipal de Saúde. PRAZO: INÍCIO: 13/01/2011. TÉRMINO: 31/12/2011. VALOR: R$ 349.620,00 (trezentos e quarenta e nove mil, seiscen- tos e vinte reais). REGÊNCIA: Lei no 8.666/93 e 10.520/02. E suas alterações. SIGNATÁRIO: MARIA ARLENE BARROS COSTA – Prefeita Municipal, pelo Contratante e A. M. Vasconce- los, por seu representante legal Sra. ANTONIO MENDES VAS- CONCELOS, CPF No 799.528.793-34, pela Contrata. DATA DA ASSINATURA: 13 de janeiro de 2011. Publique-se. MARIA ARLENE BARROS COSTA -Prefeita Municipal

9.3.11

Polícia recupera em Dom Pedro- MA 100 quilos de explosivos roubados

Estão presos os dois acusados de furtar explosivos de uma empresa, no município de Capinzal do Norte, a 260 quilômetros de São Luís, em novembro passado. A dupla foi apresentada na tarde de ontem, em coletiva, pela Secretaria de Estado de Segurança (SSP).







Todo o material furtado – cerca de 100 quilos de explosivos e mais 200 espoletas – foram recuperados. Segundo a polícia, a dupla preparava a venda do material a quadrilhas especializadas em assalto a banco no Nordeste. Eles foram transferidos a Penitenciária de Pedrinhas e devem responder por furto e formação de quadrilha.






A prisão e apreensões foram fruto da Operação Nitroglicerina, deflagrada pelo Departamento de Combate a Crimes contra Instituições Financeiras da Delegacia Especial de Investigação Criminal (Decrif/Deic) há quatro meses. Outros membros da quadrilha já foram todos identificados e podem ser presos a qualquer momento.



A polícia não informou quantos membros do grupo permanecem foragidos. Para prender os acusados os agentes se infiltraram no bando e estudaram a movimentação até chegar aos culpados. Outra prioridade da polícia era recuperar os explosivos. “Conseguimos desarticular a quadrilha e encontrar todo o equipamento roubado. Com esta ação evitamos que outras agências viessem a ser assaltadas”, destacou o secretário da SSP, Aluísio Mendes.






Foram presos Higgo Pereira da Silva, 32 anos. Ele é natural de Pedreiras, mas residia em Joselândia. Pesam sobre Higgo vários processos por roubo, inclusive a bancos. Segundo a polícia, Higgo teve participação no assalto à agência do Banco do Brasil de São Domingos do Maranhão, em janeiro último. Na investida a quadrilha fez uso de explosivos e deixou o local completamente destruído conseguindo fugir levando o dinheiro. Higgo possui um mandado de prisão preventiva expedido pela comarca de Santo Antônio dos Lopes por roubo a agência do Banco do Brasil daquele município em abril de 2009. Em depoimento à polícia ele confessou ter participado diretamente do furto aos explosivos. Após monitorar a empresa e a movimentação de funcionários por alguns dias, o acusado constatou a deficiência na segurança.






Durante uma noite inteira esteve de tocaia na área de matagal e, após, encerradas as atividades, Higgo adentrou o local e encontrou os explosivos. A quadrilha furtou durante a madrugada, quatro caixas de 25 quilos cada. O outro detido, Antônio Fernando Ferreira, o “Baixote”, 30 anos, foi flagrado com os explosivos em sua casa, no município de Dom Pedro.






Material roubado podia explodir







O material estava mal acondicionado em um depósito localizado em uma chácara de propriedade do acusado, no povoado Centro do Estevinho, em Dom Pedro. Segundo a polícia, nas condições em que se encontrava, o explosivo estava sob risco de detonamento. “Baixote” já esteve preso quatro vezes – duas por assalto a banco e outras duas por roubo a carga. Há contra ele um mandado de prisão em flagrante por formação de quadrilha. A dupla estaria em contato com quadrilhas de roubo a banco que costumam utilizar explosivos. O material seria negociado nos próximos dias, segundo a polícia. Há suspeita de que a quadrilha da qual a dupla faz parte tenha ligação com o bando interestadual que assaltou uma agência na cidade de Icó, distante a 375 km da cidade de Fortaleza (CE), no último dia 2. A prisão da referida quadrilha foi realizada pela Coordenadoria de Inteligência da Secretaria de Segurança Publica e Defesa Social (Coin) do Ceará e agentes da Delegacia de Narcóticos (Denarc), a partir de informações repassadas pela Superintendência Estadual de Investigações Criminais (Seic) do Maranhão.






Os explosivos foram roubados da empresa Georadar, de prospecção de gás natural, no município de Capinzal do Norte, dia 21 de novembro do ano passado. O material explosivo furtado é da marca Dnapex, pós-gel encartuchado. Tem formato cilíndrico. O poder de destruição é devastador, alertou o secretário. Um quilo detonado atinge cinco mil metros por segundo de velocidade e tem capacidade para destruir uma construção das medidas do aeroporto Hugo da Cunha Machado. A dinamite é detonada por espoletas – 200 foram recuperadas – que são acionadas por qualquer equipamento que libere centelhas e ondas magnéticas, a exemplo de aparelho celular ou dispositivo dotado de pilha. O quantitativo que destruiu totalmente a agência de São Domingos do Maranhão, por exemplo, equivale a menos de um quilo. “Dá para mensurar o perigo da permanência deste montante de explosivos nas mãos desta quadrilha”, disse o secretário Aluísio Mendes.



Segundo Mendes, para estas quadrilhas, o mais importante e valioso são os explosivos pelo poder de destruição e, após, a facilidade para carregar os caixas eletrônicos e roubar os cofres. “As empresas devem ter mais responsabilidade quanto à segurança deste material que manuseiam”, alerta Mendes, atribuindo os roubos de explosivos ao descuido com a estocagem. Estiveram na coletiva o superintendente de Polícia Civil da Capital, Jair Paiva, o delegado geral Nordman Ribeiro e o delegado geral da Deic Marcos Afonso.

4.8.10

DOM PEDRO-MA: 'Dinastia Costa' domina cidade pobre e atrasada dos Cocais.



Quando o mandato da atual gestora Arlene Costa terminar, em 2012, quatro integrantes da família Costa terão sentado na cadeira de prefeito durante nada menos que 26 anos

Atuais práticas políticas do lugar - antiga Mata do Nascimento -, não diferem muito daquelas do tempo em que o lendário Manoel Bernardino era um dos poucos a enfrentar a prepotência dos coronéis

POR OSWALDO VIVIANI

Lugar que abriga uma legião de excluídos sociais de mais de 11 mil pessoas, segundo o Mapa da Exclusão Social no Brasil (José Lemos, 2008), o município de Dom Pedro, a 324 quilômetros de São Luís, vive uma realidade política comum a quase todos os municípios do centro maranhense (região dos Cocais): é dominado há vários anos por uma dinastia familiar. Esse neocoronelismo – versão moderna, mas não menos nefasta, do sistema político que floresceu no Brasil nas décadas de 1910 a 1950, quando os fazendeiros ricos impunham à maioria do povo suas próprias leis – é representado em Dom Pedro pelo clã Costa.

Quando o mandato da atual gestora Maria Arlene Barros Costa (PDT) terminar, em 2012, quatro integrantes da família terão sentado na cadeira de prefeito durante nada menos que 26 anos – isso desde a primeira eleição municipal, em 1952, em que saiu vitorioso justamente um Costa, Ananias de Morais Costa, que administrou Dom Pedro de 1953 a 1956.

O clã voltaria a ocupar o poder municipal em 1983, com a eleição, no ano anterior, de Alfredo Falcão Costa, marido da atual prefeita. Ele foi prefeito por seis anos (até 1988).

Nas eleições de 1992, o odontólogo José de Ribamar Costa Filho (primo de Alfredo Costa) saiu vencedor. Administrou Dom Pedro de 1993 a 1996 (quatro anos).

Ribamar voltou à Prefeitura em 2000 e foi reeleito em 2004. Foram oito anos no poder: 2001 a 2008. Arlene Costa o sucedeu, assumindo o cargo de prefeita em 2009.

Atualmente, os Costa também marcam presença nos cargos de primeiro escalão do Executivo Municipal. Eduardo Barros Costa, filho de Alfredo e Arlene, é citado pela oposição como tão influente quanto os pais na administração do município. É dono da empresa Imperador Empreendimentos, que possui caçambas que prestam serviços diversos.

Rômulo Costa, outro filho do casal, é secretário de Administração e Finanças. Cíntia Costa, filha, é secretária da Saúde.

E ainda não acabou. Eridan Dias Costa, mulher do ex-prefeito Ribamar Filho, ganhou o cargo de secretária de Assistência Social. Já sua irmã, Ivânia Dias Falcão, é secretária de Educação.


Atraso político e social – O JP na Estrada esteve em Dom Pedro em meados deste mês e constatou que as atuais práticas políticas no município que já teve o nome de Mata do Nascimento não diferem muito daquelas do tempo em que o lendário camponês Manoel Bernardino era um dos poucos a ter coragem de enfrentar a prepotência dos coronéis locais. Estes viviam nababescamente em Codó enquanto a população pobre da região passava as piores privações.

O “voto de cabresto” e a compra de votos, por exemplo, ainda são comuns nos povoados – quase todos paupérrimos e carentes de tudo – do município.


Nesses lugares esquecidos, só se vota em quem paga ou naquele que o poderoso de plantão mandar. Nada diferente da época em que o coronel Sebastião Archer da Silva, de Codó, fazia e desfazia na Mata do Nascimento, lá pelo fim da década de 1940. “Se o coronel Archer apresentasse um sabugo de milho pro povo votar, o sabugo seria eleito”, disse uma das mais antigas moradoras de Dom Pedro ao JP na Estrada.

Recorde de ociosidade – Outra característica do neocoronelismo dom-pedrense está presente na postura dos atuais vereadores do município. Empregados dos cidadãos, eles recusam-se a dar satisfações a seus patrões sobre sua produção, ou melhor, a falta de.

Um levantamento paralelo de movimentos da sociedade civil de Dom Pedro apurou que oito dos nove vereadores do município não apresentaram sequer um único projeto no ano e meio já passado da atual legislatura, o que provavelmente é um recorde nacional de ociosidade.

Frequentar a Câmara Municipal nos dias de sessão – terças e sextas-feiras – também não é com os edis dom-pedrenses. “Um dos vereadores eleitos em 2008, irmão do vice-prefeito, só foi à Câmara Municipal no dia da posse”, revelou Walbert Batista de Carvalho Filho (PTB), o “Dr. Walbert”, único vereador a apresentar projetos nessa legislatura – 22 ao todo.

‘Casa do Povo’ de portas fechadas – O pior é que a Câmara, que deveria ser a “Casa do Povo”, fechou as portas para os cidadãos dom-pedrenses: a população está proibida de entrar no recinto.

Não se sabe de quem partiu a ordem surreal, mas ela é cumprida com extremo zelo pela secretária da Casa, Conceição Vieira, que teria chamado de “vagabundos” e “desocupados” os integrantes de pastorais sociais, sindicatos e igrejas evangélicas e católicas que se manifestaram diante da Câmara, em abril, protestando pacificamente contra a inoperância dos vereadores.

A proibição indignou até o delegado de polícia da cidade, Otávio Cavalcante Chaves Filho, que enviou uma carta ao promotor da Comarca, José Jaílton Andrade Cardoso, relatando os fatos e confirmando a ausência rotineira dos vereadores.

O delegado disse ao JP na Estrada que até um investigador teve sua entrada na Câmara vetada pela “guardiã” Conceição Vieira. “Os vereadores já fizeram um acordo entre eles para não comparecerem na Câmara às terças, como estabelece a lei orgânica do município, mas não aparecem também nas sextas”, contou o delegado. O JP na Estrada apurou que nos dois meses que antecederam o recesso de julho – maio e junho –, aconteceu apenas uma reunião na Câmara de Dom Pedro.

Cidade abandonada – Vereadores que nada fazem contrastam com um município em que há muito que fazer. Ruas esburacadas, nas quais corre esgoto a céu aberto; população vivendo em condições sub-humanas na periferia (Vila Ribamar 1 e 2) e no maior povoado (Triângulo); comercialização de carne de animais abatidos num matadouro em situação precária de higiene; coleta de lixo irregular; lixão sem as mínimas condições sanitárias; obras iniciadas e depois abandonadas; mau atendimento na Saúde etc. etc.

São problemas cuja solução é um direito elementar da cidadania, mas que em Dom Pedro hoje parece depender do resgate de um princípio básico da democracia: a alternância de poder.

Saiba MAIS

Dom Pedro tornou-se município pela Lei Estadual nº 815, de 9 de dezembro de 1952. A instalação oficial do novo município deu-se no dia 1º de janeiro de 1953. Antes, Dom Pedro era povoado de Codó.

Gentílico: dom-pedrense

População: 21.479 (Censo IBGE de 2007)

Total de recursos federais recebidos pelo município em 2009 e 2010: R$ 30,5 milhões

Total recebido do FPM (2009/2010): R$ 8,9 milhões

Total recebido do Fundeb (2009/2010): R$ 9,7 milhões



Prefeita: Maria Arlene Barros Costa (PDT), 56 anos, contadora, Ensino Médio completo, natural de Passagem Franca (Maranhão)

Valor dos bens da prefeita declarados à Justiça Eleitoral: R$ 150 mil (veja detalhes abaixo)




Vice-prefeito: Antonio Cloves Lima de Sousa, o "Cloves Bezerra" (PR), 49 anos, empresário, Ensino Médio completo, natural de Dom Pedro

Valor dos bens do vice-prefeito declarados à Justiça Eleitoral: R$ 470 mil (veja detalhes abaixo).

fonte: Jornal Pequeno - São Luis/MA

link:

http://www.jornalpequeno.com.br/2010/8/1/dinastia-costa-domina-cidade-pobre-e-atrasada-dos-cocais-126538.htm

MUNICÍPIO TEVE NOVE PREFEITOS ELEITOS DESDE SUA FUNDAÇÃO


PREFEITOS DE DOM PEDRO-MA



Com exceção de dois administradores nomeados - Lídio Brito (1953 a 1955) e Pedro Américo Ferreira, o "Pedro Brito" (curto período em 1965 devido ao golpe militar de 1964) -, Dom Pedro teve nove prefeitos eleitos desde sua fundação, em 1952, até os dias atuais. Três políticos ocuparam o cargo mais de uma vez - Oton de Melo Lima (2 vezes); Francisco José Ribeiro Bezerra (2 vezes); e José de Ribamar Costa Filho (3 vezes). Veja os nomes e o período em que os prefeitos administraram o município:

Ananias de Morais Costa (1956 a 1959); Oton de Melo Lima (1960 a 1964); Padre Porcínio de Oliveira Costa (1965 a 1969); João Arruda Cordeiro

(1970 a 1972); Oton de Melo Lima (1973 a 1976); Pedro James de Oliveira Gomes (1977 a 1982); Alfredo Falcão Costa (1983 a 1988); Francisco José Ribeiro Bezerra (1989 a 1992); José de Ribamar Costa Filho (1993 a 1996); Francisco José Ribeiro Bezerra (1997 a 2000); José de Ribamar Costa Filho

(2001 a 2004); José de Ribamar Costa Filho (2005 a 2008); Maria Arlene Barros Costa (assumiu em 2009; mandato acaba em 2012).
FONTE: JORNAL PEQUENO


http://www.jornalpequeno.com.br/2010/8/1/municipio-teve-nove-prefeitos-eleitos-desde-sua-fundaao-126540.htm

RECURSOS FEDERAIS ENVIADOS A DOM PEDRO EM 2010


(CLIK NA IMAGEM PARA AMPLIAR)


GENTE DE DOM PEDRO

MÁRCIA PALHANO DA CRUZ, 28, E MARCOS ROBÉRIO DOS SANTOS, 26.

Em contraponto aos políticos descompromissados de Dom Pedro, novas e ativas lideranças trazem esperança de mudança para o município. É o caso de Márcia Palhano da Cruz, 28 anos, e Marcos Robério dos Santos, 26. Militante da Pastoral da Terra, que conquistou os corações da população da região com a ação desprendida de dom Marco Bassani (hoje em Grajaú), Márcia tem incomodado bastante os acomodados edis dom-pedrenses. Da mesma forma, Robério faz um trabalho comunitário intenso, principalmente nos povoados mais desassistidos.


MARIA HERMÍNIA PEREIRA DA SILVA, 81, natural de Colinas, Maria Hermínia Pereira da Silva, 81 anos, é uma das moradoras mais antigas de Dom Pedro. Chegou com familiares à então vila de Dom Pedro em maio de 1950, quando tinha 21 anos. Dedicou-se ao comércio de tecidos, assim como os pais - Joaquim Pereira da Silva e Alice Carneiro da Silva - e os irmãos Maria Alice, Maria Judite e Joacy Pereira da Silva (este chegou a ser vereador).

"A vida social daqui era bem diferente da minha lá em Colinas. Pra pior. Dom Pedro ainda era um povoado de Codó. As ruas eram todas de terra, e escola não existia, tinha só a dona Virgínia Léda, que dava aulas em sua escola particular. Nunca casei nem namorei com rapaz daqui, só dois de fora. Por que não casei? Ora, eu não quis", contou Maria Hermínia.

Maria Hermínia se recorda de que, quando era jovem, quem mandava em Dom Pedro era o coronel Sebastião Archer da Silva, dono de uma fábrica de tecidos em Codó. "Se o coronel Archer apresentasse um sabugo de milho pro povo votar, o sabugo seria eleito."

Hoje, em matéria de política, Maria Hermínia não é das mais entusiasmadas. Mas afirmou ter pelo menos uma certeza: "Na Roseana eu não voto não!".


fonte: Jornal Pequeno - São Luis

http://www.jornalpequeno.com.br/2010/8/1/gente-de-dom-pedro-126544.htm

3.8.10

CIDADANIA ZERO - UMA VERGONHA!

O Matadouro Municipal, de onde sai boa parte da carne consumida em Dom Pedro, está em condições sanitárias deploráveis. A imundície começa na parte interna, onde os animais são abatidos. Os dejetos malcheirosos provenientes do abate e as carcaças dos animais ficam a céu aberto no entorno do matadouro, onde os urubus se encarregam de espalhá-los.


O chamado Galpão da Ceasa deveria ser o centro de um complexo esportivo, para o qual foram liberados R$ 220 mil pelo Ministério do Esporte, mas o 'elefante branco' está abandonado desde 2008.



O mercado municipal do povoado Triângulo foi demolido para construção do posto de saúde, o que não agradou a população. Além disso, o material de construção foi colocado na praça, desativando uma das poucas áreas de lazer do Triângulo. As obras do posto de saúde do povoado - outros dois estão sendo levantados a toque de caixa na Vila Ribamar 1 e no povoado Centro do Primo - começaram a ser tocadas no começo de julho, mas o dinheiro (R$ 538,5 mil, recursos estaduais) já havia chegado cinco meses antes.

FONTE: JORNAL PEQUENO (SÃO LUIS)

http://www.jornalpequeno.com.br/2010/8/1/cidadania-zero-126546.htm

Em Dom Pedro: Miséria mostra a cara na Vila Ribamar e no Povoado Triângulo


A expressão ‘imagens falam mais do que palavras’ cabe bem no caso de Vila Ribamar 1 - localizada na sede de Dom Pedro - e do Povoado Triângulo, o mais populoso do município, onde vivem cerca de 2 mil pessoas.



MAIARA DA CRUZ, 23 anos, lavradora, dois filhos



Moradora da Vila Ribamar 1, Maiara é natural de Santo Antonio dos Lopes, município vizinho a Dom Pedro. Como ela, quase todos os moradores das vilas Ribamar 1 e 2 são de outros municípios.

Vieram atraídos pela doação de uma ampla área de terra pelo ex-prefeito Ribamar Filho. Só que o lugar não tem infraestrutura básica, como abastecimento de água, coleta de lixo regular, policiamento. A energia elétrica chega às casas por meio de "gambiarras" rudimentares. Os moradores também não tem os títulos das terras.

Antes, os moradores da Vila Ribamar chamavam o local de invasão do Iraque. Ribamar achou por bem trocar o nome e pôr o seu. Fez esse tipo de autopromoção também em várias placas de ruas de Dom Pedro. Igualmente, deu seu nome ao estádio de futebol da cidade, atualmente desativado.




Maiara da Cruz mora na Vila Ribamar 1 há sete anos. Seu marido é o lavrador Adaílton Souza da Silva, 24 anos. Ele trabalha na Patioba, povoado a mais de 30 km de Dom Pedro, em Gonçalves Dias.

O dinheiro ganho por Adaílton - cerca de R$ 200 mensais - é complementado pelo auxílio do Bolsa Família (R$ 112).

No casebre de taipa onde o casal mora com os dois filhos não tem fogão. Maiara cozinha com carvão. O saco custa R$ 12 e dura uma semana. Os "móveis" de Maiara são uma cama, uma TV usada e uma rede.



ROSILENE RODRIGUES DOS SANTOS, 40 anos, lavradora, cinco filhos

Moradora do Povoado Triângulo, Rosilene já engravidou 10 vezes. Nunca usou anticoncepcionais porque "não gosta", disse. Em junho passado, perdeu um filho pela quinta vez.





Segundo Rosilene, a criança estava mal posicionada, mas um médico do Hospital João Costa, de Dom Pedro, a examinou, fez um ultrassom e a mandou para casa.

Ela passou mal e foi para um hospital de Santo Antonio dos Lopes; depois foi encaminhada para outro em Caxias.

Tiraram a criança ainda viva de dentro dela, mas o bebê morreu minutos depois. Ela própria quase perdeu a vida. Ficou três dias internada na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI).

Rosilene acha que a criança seria salva se o hospital de Dom Pedro tivesse condições de fazer cirurgias em casos como o dela, de parto complicado.


Agosto de 2010


fonte: link

http://www.jornalpequeno.com.br/2010/8/1/miseria-mostra-a-cara-na-vila-ribamar-e-no-povoado-triangulo-126545.htm

24.6.10

Dom Pedro/História: Manoel Bernardino - um herói socialista, espírita e vegetariano.


(FOTO: MANOEL BERNARDINO)



Conhecido primitivamente como Mata do Nascimento, nome que fazia referência ao seu primeiro povoador, o lavrador Manoel Nascimento – que chegou ao lugar por volta de 1915–, o município de Dom Pedro detém o privilégio de ter sido a terra adotada por um dos homens mais peculiares que já viveram no território maranhense: Manoel Bernardino de Oliveira.

Avesso a injustiças, o lavrador cearense Manoel, por sua história – às vezes recheada de lendas, criadas pelo imaginário popular – de combate aos poderosos, tornou-se um dos homens mais respeitados da Mata, onde se estabeleceu em 1916.


Sua principal luta era contra os fazendeiros endinheirados de Codó, que na época mandavam e desmandavam na região em que hoje situam-se os municípios de Dom Pedro, Presidente Dutra (antigo Curador), Santo Antonio dos Lopes, Governador Archer, Governador Eugênio Barros e Gonçalves Dias, entre outros.

Para enfrentar a prepotência dos coronéis e defender pessoas humildes das injustiças perpetradas por eles, não foram raras as vezes que Manoel se armou e cercou-se de homens que o veneravam, atitudes que atraíam a ira dos fazendeiros.

Chamado de “Lênin do Maranhão”, por sua identificação com as ideias socialistas pregadas na época pelos revolucionários russos – principalmente Vladimir Ilich Lênin –, Manoel Bernardino também era leitor das obras de Allan Kardec (pseudônimo do professor francês Hippolyte Léon Denizard Rivail, primeiro difusor da doutrina espírita).

Fuzilamentos na Mata – Os ideais revolucionários de Manoel Bernardino, sua liderança entre os lavradores humildes da Mata e sua oposição ostensiva ao governador maranhense de então, Urbano Santos, assustaram o poder dominante, que em 1921 enviou para a Mata do Nascimento um contingente de 600 homens, chefiados pelo tenente Antonio Henrique Dias.

O objetivo da ação era impor respeito pela força das armas. O tenente e seus homens chegaram à Mata em 5 de agosto de 1921. Não encontrando Manoel Bernardino – que havia se deslocado a Codó para buscar apoio político e militar –, fizeram dezenas de prisioneiros. Antes de deixar a Mata, “para dar o exemplo”, fuzilaram quatro lavradores: Adão, Francisco, Maurício e Avelino. O tenente e os militares que participaram da missão foram julgados e absolvidos.

Adesão à Coluna Prestes – Em 1925, Manoel Bernardino e os perto de duzentos homens que o seguiam se juntaram à Coluna Prestes. O movimento, liderado por Luís Carlos Prestes e Miguel Costa, percorreu o interior do Brasil e além fronteira, de 1925 a 1927, pregando o fim da República Velha, exigindo o voto secreto e defendendo o ensino público e a obrigatoriedade do ensino primário para toda população. No Maranhão, a Coluna chegou a ocupar 26 dos municípios então existentes.

A Coluna se dispersou em 1927 – o grupo chefiado por Prestes em Gaíba, na Bolívia, e o liderado por Miguel Costa em Libres, na Argentina (ambas cidades próximas à fronteira com o Brasil). O movimento não conseguiu fazer a “revolução” que desejava, mas sua ação ajudou a abalar ainda mais o prestígio da República Velha e a preparar a Revolução de 1930.

Projetou também a figura de Luís Carlos Prestes, o “Cavaleiro da Esperança”, que posteriormente entrou no Partido Comunista Brasileiro (PCB), tornando-se um mito.

Assim que abandonou a Coluna Prestes, em 1926, por achar que ela deveria permanecer no Maranhão, o que contrariava seu caráter itinerante, Manoel Bernardino se estabeleceu por algum tempo no Ceará, voltando ao Maranhão (Mata do Nascimento) em 1929. Então, além de socialista e espírita, também havia se tornado vegetariano – o que era considerado uma excentricidade pelos sertanejos que o conheciam, acostumados a se alimentar, no dia a dia, de carne de gado, caprinos, suínos, aves e caça. Nem leite ele bebia. Dizia que o leite era o “sangue da vaca”.

Um anjo na Mata – Contam alguns que quando voltou à Mata do Nascimento, Manoel Bernardino também deixou cabelos e barba crescerem. Também confeccionou um par de asas e uma cruz.

Carregando a cruz e com as asas presas às costas, Manoel saía perambulando pelos lugarejos próximos, penitenciando-se pelos males que acreditava haver feito a algumas pessoas.

Manoel Bernardino morreu em 17 de janeiro de 1942, aos 60 anos, numa casa como as que abrigam ainda hoje muitos maranhenses – de taipa, telhado de palha e chão batido. Foi enterrado como sempre pedira: sem caixão, apenas coberto por um lençol.

fonte: Jornal Pequeno/São Luis
link:

http://www.jornalpequeno.com.br/2010/8/1/manoel-bernardino-um-heroi-socialista-espirita-e-vegetariano-126539.html
fonte: http://www.jornalpequeno.com.br/

18.5.10

Helicóptero do GTA é usado pelo filho de prefeita de DOM PEDRO aliada de Roseana Sarney


O Helicóptero do Grupo Tático Aéreo, prefixo MZR, foi usado pelo empresário Eduardo DP, mais conhecido por Imperador, para localizar, sem sucesso, uma retroescavadeira de sua propriedade que foi roubada quando estava no canteiro de uma obra próximo da cidade de Dom Pedro.



A aeronave é de propriedade da PMR, empresa que aluga três helicópteros para o Governo do Estado do Maranhão. Uma hora de vôo custa R$ 3 mil, sem o combustível.

Usando da sua influência de empreiteiro que faz obras para o estado sendo filho da prefeita de Dom Pedro, Maria Helena Barros, Imperador sobrevoou alguns trechoa da região na aeronave.

A máquina não foi localizada. Eduardo DP diz que a retroescavadeira custa R$ 300 mil e que será capaz de gastar até R$ 150 mil para encontrá-la.

Na última semana ela teria sido vista em Orozimbo e no sábado passado numa cidade próximo do Piauí. O Imperador tentou um novo pedido de empréstimo do helicóptero do GTA, mas o secretário de Segurança Pública, o agente federal Aluízio Mendes, não cedeu.

Aliás, Mendes fora aconselhado e suspender as buscas para evitar complicações ao GTA. E foi exatamente o que fez.

A construtora de Imperador fatura os tubos desde o governo Jackson Lago. Teve a proteção de um assessor bem próximo do governador cassado, que esperava obter o apoio do empresário agora na eleição de deputado estadual em 2010. Só que Eduardo DP pulou para o barco roseanista




FONTE / LINKS:

http://www.luiscardoso.com.br/2010/04/19/helicoptero-do-gta-e-usado-pelo-filho-de-prefeita-aliada-de-roseana

www.jornalpequeno.com.br/2010/4/20/helicoptero-do-gta-e-usado-pelo-filho-de-prefeita-aliada-de-roseana-sarney-142190.htm

4.11.09

Estudante de Dom Pedro é um dos 20 melhores em geografia do país

O estudante Marcos Santana de Oliveira, da Associação Educação Professora
Noronha, do município maranhense de Dom Pedro, é um dos cinco finalistas
do 2º Desafio National Geographic que consagra os 20 melhores alunos de
geografia do Brasil. Entre os dias 12 e 15 de novembro, os estudantes
participarão de uma série de atividades recreativas e culturais, que
inclui passeios por locais históricos e museus de São Paulo e, claro, a
realização das duas provas da Fase Nacional da competição estudantil.

Com o patrocínio da Caixa Econômica Federal e apoio do Instituto Claro, o
Desafio National Geographic é idealizado pela Editora Abril e a revista
National Geographic Brasil, que buscam despertar nos jovens estudantes o
interesse pelo conhecimento geográfico e pela chamada “cultura de viagem”
em todas as suas fases. A agenda de atividades preparada pela organização
do desafio para os finalistas visa cumprir este objetivo.

Os 20 estudantes – são 2 da região Norte, 5 da Nordeste, 2 da Centro-
oeste, 8 da Sudeste e 3 da Sul – e mais um responsável e o professor de
cada um deles ficarão hospedados no Novotel Jaraguá, no centro histórico
de São Paulo, hotel oficial do projeto. As provas da Fase Final serão
realizadas entre os dias 12 e 14 de novembro, junto com o roteiro completo
de eventos. Após as provas finais, no dia 14 de novembro, haverá a
cerimônia de encerramento e entrega de medalhas a todos os 20 finalistas
participantes do 2º Desafio National Geographic. No dia 20 de novembro, as
provas e gabaritos da Fase Final serão divulgados no site oficial do
Concurso, www.viagemdoconhecimento.com.br.



Os 20 finalistas:

Região Norte:

Georgyson Dias Gondim Neo
Colégio Militar de Manaus – Manaus/AM

João Victor Xavier Coelho
Centro Educacional Objetivo Macunaíma – Boa Vista/RR


Região Nordeste:

Ana Luiza Andrade Rabelo
Colégio Cândido Portinari – Salvador/BA

Guilherme de Alencar Salazar Primo
Colégio Militar de Fortaleza – Fortaleza/CE

Marcos Santana de Oliveira
Associação Educacional Professora Noronha – Dom Pedro/MA

Mylena Carolina de Medeiros
Colégio Militar do Recife – Recife/PE

Pedro Henrique Camino Xavier
Colégio Marista Pio X – João Pessoa/PB


Região Centro-oeste:

Izaú Gomes Querino Rodrigues Neto
Centro de Ensino Médio Integrado à Educação Profissional – Gama/DF

Mariana Alves da Silva
Colégio Salesiano São Gonçalo – Cuiabá/MT


Região Sudeste:

Ana Rosa de Carvalho Alves
Cooperativa Educacional César Almeida – Angra dos Reis/RJ

Carolina Carinhato Sampaio
Escola Técnica Estadual da Zona Sul – São Paulo/SP

Emerson de Castro Carvalho
Centro Educacional Sesi 421 – Campinas/SP

Hugo Demattos Nogueira
Colégio Arquidiocesano de Ouro Preto – Ouro Preto/MG

Lucas Silva Souza
Colégio Termomecânica – São Bernardo do Campo/SP

Pedro Otávio Correia
Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais – Igarapé/MG

Renato Cordeiro Ferreira
Colégio Pan Terra – São Paulo/SP

Victor Yukio Katsumoto Fumoto
Escola Estadual Dom José de Camargo Barros – Indaiatuba/SP


Região Sul:

Bárbara Letícia Chimentão
Colégio Madalena Sofia – Curitiba/PR

Fernando Miguel Hahne
Escola Básica Professora Judith Duarte de Oliveira – Itajaí/SC

Paula Sangoy Righi
Colégio Militar de Santa Maria – Santa Maria/RS


O Desafio National Geographic também é a etapa nacional que selecionará
estudantes brasileiros para representarem o Brasil no National Geographic
World Championship, em 2011. A competição internacional, que aconteceu
neste ano na cidade do México, teve pela primeira vez a participação do
time brasileiro, formado por jovens que participaram do 1º Desafio em 2008


fonte: Central de Notícias - São Luis/MA